O Novo Homem

"Não tenho medo da morte. Antes tenho medo da minha mente"

terça-feira, janeiro 17, 2006

O Novo Homem

Dawning of a New Age - Jesse Barnes, 1999

Eu amo as estrelas.

Amo cada erva no chão,

Amo as boas e as daninhas,

As bonitas e as imperfeitas.

Fica-me o coração grande,

Quando vejo um humano que passa;

Quando inspiro e expiro,

Quando sinto o quente da terra que piso.

Apetece-me partir pelo mundo,

Para ajudar todos os pobres,

Para brincar com todas as crianças,

Para dizer a todos que a Nova Era chegou.

Eu vivo, já não sobrevivo,

Pois sei que sou imortal,

Pois já só trabalho no que brilho,

Para dar os meus dons ao mundo.

Amo tudo! Pois tudo é parte do mesmo.

Tudo vibra em mim.

Tudo caminha para o Todo.

Tudo eu abraço e cumprimento.


Eu sou Um com o ar que respiro,

Com as montanhas, os pássaros

Contigo,

Com o universo inteiro.

Eu Sou. O Novo Homem.