O Novo Homem

"Não tenho medo da morte. Antes tenho medo da minha mente"

quinta-feira, janeiro 12, 2006

Ser Trabalhador da Luz


Quando, há algum tempo atrás, li pela primeira vez a expressão Trabalhador da Luz, achei que seria fascinante sê-lo e senti, desde logo, a vontade de vir a ser Trabalhadora da Luz. Que boa sensação eu tive!

A julgar pelo que li, fiquei a achar que um trabalhador da Luz seria uma pessoa muito pacificada, com muita luz e capaz de ajudar os outros, enfim uma pessoa que estaria sempre em harmonia consigo, com os outros e com a Vida.
Ao logo destes anos que entretanto passaram, tenho-me apercebido de que não é bem assim, ou melhor, talvez seja, mas, para lá chegar é preciso um trabalho muitas vezes difícil, mas creio que fascinante e transformador.

Afinal o que é um Trabalhador da Luz?

Não pretendo chegar a nenhuma definição ou conceito, mas sim perceber melhor qual a sua função, o seu trabalho.
Sim, porque um Trabalhador da Luz é, primeiro que tudo um trabalhador. Não é uma pessoa que está instalada no conforto, na paz e na harmonia. Tampouco é alguém a quem tudo lhe decorre bem, segundo a sua vontade e desejos, mesmo os mais harmoniosos.

Digamos então que a Luz é o seu instrumento de trabalho. E é com a Luz que ilumina a escuridão. É esse o seu trabalho: iluminar a escuridão. E o que será a escuridão? A escuridão pode ser tanta coisa! São palavras carregadas de negatividade, são pensamentos e sentimentos inferiores, como a raiva, o ciúme, a inveja, a intolerância e tantos outros. Os nossos e os dos outros com quem interagimos. Essas palavras, esses pensamentos e esses sentimentos criam inevitavelmente situações que nos provocam mal-estar, insatisfação, dor, doença e frustração.

Ora voltando ao assunto, ser Trabalhador da Luz é ser capaz de se pôr em causa, de iluminar a escuridão (incluindo a própria escuridão), transformar os seus pensamentos e sentimentos negativos. O trabalho consistirá em olhar para as situações difíceis com um olhar de aceitação e de transformação. Primeiro, aceito e amo aquilo que sou, tudo o que sou, a minha LUZ, mas também a minha sombra. Só assim serei capaz de transformar, de ir iluminando a sombra.

Que belo é o trabalho do Trabalhador da Luz!
Façamos então o nosso trabalho. E não há nada nem ninguém que o possa fazer por nós!

2 Comments:

At 2:33 da tarde, Anonymous Cristiano Prado Caetano said...

Irmão, ser Trabalhador da Luz é maravilhoso, bem como não ser! São consciencias de níveis diferentes. No meio material estes sofrem muito por se sentirem diferentes em meio a tanta coisa ruim. Uma "leve" notícia de algum acontecimento ruim o leva a ira. O sentimento de luta por algo melhor, de salvar o mundo e etc, faz com q o trabalhador da luz não disperto (ainda) sofrer muito.

Caso queira algum auxílio em sua busca por favor entre em contato que o ajudarei em que puder.

Continue em sua busca.
Fique em Paz e com Deus.

 
At 2:36 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Olha, ser um Trabalhador da Luz e transformar a dor em benção e a benção em mais benção. Como? Reflita sobre suas palavras (não é fácil!) e você verá que ser fácil ou difícil, confortável ou desconfortável, etc, é uma questão de consciência do que tem que passar e do que tem que chegar. SE acorvadar no conforto e não chegar no seu lugar pode ser mais trágico que as tragédiass que tem que enfrentar. No final você percebe que tudo era um enredo. E sempre que parece não poder superar, na verdade você sofre de uma força e inspiração que não o faz parar. E sempre trilha um caminho correto e em respeito às pessoas. Os desvios são nada mais do que possibilidade e necessidades que o levam ao aprendizado e ao preparo para os passos posteiores. Suas dores se tranformam ao longo do caminho, em aprendizado e conforto. E sempre há a sensação de que a dor e as tribulações que passa no presente seriam insurpotáveis em tempos passados. Toma consciência gradativamente da sua força. E tudo isso porque quer levar a experiências à pessoas, servir de referência para algum sentido maior. Ancorar uma consciência e energia, das mais variadas formas possíveis. Ah... faça um teste: alguns Trabalhadores da Luz têm o Salmo 91 gravado na mente. e sabem o quanto isso lhes servem ou seviram ao longo da vida. Esses são muito destemidos, mas sabem que não melhores que os outros. Quer sejam Trabalhadores da Luz ou não. Trata-se em fim, se conhecer e servir aos propósitos e processos de evolução no Universo. Um Abraço Fraterno. Espero que tenha cooperado.

 

Enviar um comentário

<< Home