O Novo Homem

"Não tenho medo da morte. Antes tenho medo da minha mente"

domingo, julho 30, 2006

Pessoas Felizes


Conheci a Melanie quando estava em Doncaster. Agora já não a vejo há algum tempo mas lembro-me bem dos seus frequentes ataques de sorrisos. Toda e qualquer pequena coisa merecia o sorriso da Mel. Até mesmo a crítica descabida. Era enorme a capacidade que ela mostrava de aceitar palavras mais duras contra ela, sem sequer mostrar um sinal de revolta. Sabia aceitar os outros como são e aprendeu a não esperar nada de ninguém... e é feliz.

A Camille passou-me despercebida durante meio ano. Num dia de Primavera, cruzei-me com ela num certo vão de escadas em Lyon. E como grande parte dos franceses que conheci, a Camille diz-se ateia. E ri-se quando lhe digo que é uma das pessoas mais religiosas que conheço. Tem uma enorme ligação com a Natureza, o que lhe dá uma habilidade imensa de aproveitar cada momento da vida. A Camille está hoje no Vietname, e posso apostar que a sua capacidade de amar já lhe valeu mais uns quantos amigos para a vida. Sei que não esperará nada deles (nem da própria Vida)... e é feliz.

O Minhaj conheci-o numa cozinha em Copenhaga. Cada vez que penso nele nasce-me uma enorme vontade de rir... A sua espontaneidade não lhe permitia pensar demais em nada que fosse. Simplesmente vivia. Deixava as coisas acontecerem, ao invés de andar em busca do que quer que fosse. E não esperava nada da Vida. Costumava dizer que ter comida, água, abrigo, trabalho e formação era tudo o que precisava. O resto era supérfluo para ele - e é feliz.

A Bé completa a lista de pessoas felizes de que agora me estou a lembrar. Conhecia-a em Lisboa e não consegui deixar de reparar nela logo na primeira vez que a vi. Havia qualquer coisa à volta dela assim meio invisível que ainda hoje não sei explicar – e o Minhaj ensinou-me a nem sequer tentar. Hoje sei que a Bé tem o riso mais espontâneo do Mundo e que é com essa arma que lida com os momentos mais difíceis. O segredo dela é não levar a Vida muito a sério e... é feliz.