O Novo Homem

"Não tenho medo da morte. Antes tenho medo da minha mente"

quinta-feira, outubro 19, 2006

Diálogo Entre o Sol e a Lua

SOL: Ó Lua, porque te escondes? De que tens medo?

LUA: Ainda bem que vieste falar comigo. Estava mesmo a precisar. É que sou muito fechada em mim mesma, sabes? Tenho medo de me expor, medo que me achem ridícula, medo de me fragilizar.

SOL: Mas... mas tu és tão bonita! Olha, vem passear comigo. Queres?

LUA: Está bem, eu aceito a tua proposta. Estou mesmo a precisar de apanhar Sol.

SOL: Então vem. Eu posso ajudar-te, se quiseres.

LUA: Mas como? Às vezes sofro tanto! Sou insegura, principalmente na minha fase de Lua Nova, quando mergulho na minha própria sombra.

SOL: Sabes o que te digo? Quando te sentires insegura, lembra-te deste teu amigo. Eu, com a minha luz e calor irei iluminar-te e consolar-te. Deixa que te ajuda, e assim serás ajudada. Eu sou Luz, sabes? E posso iluminar a tua sombra. Só preciso que tu permitas...

LUA: Mas eu tenho medo de deixar de ser quem sou, como sou. Sabes, já me conheço assim há muito tempo. Tenho medo de mudar.

SOL: Ficarias ainda mais bonita, mais sensível, mais doce, e também mais equilibrada.

LUA: Começo a ficar tentada, amigo Sol. Gostava de ser uma Lua com auto-estima mas, como sabes, tenho fama de instável...

SOL: Não sejas pessimista. Sei que vais conseguir. Deixa que te ilumine.

LUA: Estás a ser muito generoso...

SOL: A minha natureza é generosidade, pois ilumino todos os Seres sem discriminação. Alguns é que não querem deixar-se iluminar. Até parece que têm medo da Luz.

LUA: Será esse o meu caso?

SOL: Talvez. Mas confia em mim. Eu sou Luz.

LUA: OK, acho que me convenceste. O que devo fazer então? Por onde devo começar?

Talvez continue.....

7 Comments:

At 10:06 da tarde, Blogger Cachorro Cosmico Branco said...

anda... anda... continua!!!
Eu estava a gostar!!!
:)
Abraço

 
At 12:07 da manhã, Blogger A Mónada said...

E eu faço minhas as palavras do cachorro cosmico.

A Lua representa bem o medo da Luz... o medo da mudança... mas a VIDA é mesmo assim. Estamos cá para aprender e co-criar com as nossas vivências.

Alguém disse um dia: "Qdo achamos que já sabemos as respostas todas vem a VIDA e muda as perguntas"...

Gostei muito... Continua p.f..

Fica bem

 
At 11:26 da manhã, Blogger Olga Correia said...

Grande verdade da natureza humana...
Colocada de forma muito clara...
Era bom que continuasse.
:)

 
At 11:57 da manhã, Blogger António Rosa said...

Lindíssimo e muito bem escrito e ilustrado. À boa maneira antiga (pelos meus cabelos brancos) faço a vénia de respeito e agrado que é devida.

Continua, por favor...

Se me permitem, na próxima semana, farei um post a convidar as pessoas a virem cá lerem este post. Aviso já que usarei esta ilustração, para haver uma rápida identificação visual.

Obrigado. Abraço grande.

 
At 12:19 da manhã, Blogger lucy said...

Gostei muito do diálogo. Interpretei-o como "Um ser tímido a despontar no seu potencial". Identifiquei-me neste 'despertar'!
Já agora gostaria de conhecer como vai continuar esta amizade.

Aproveitei para ler o que 'andava para trás' e apreciei bastante. Grande sensibildade na alma!

Um abraço

26/10/06 19:25

 
At 6:52 da tarde, Blogger Patrícia Santos said...

Olá!!

Vim até aqui atrvés do blog do António Rosa.

Adorei!! Porque a Lua está-me ligada... mas começo agora a ver a Luz.

Beijos Cósmicos

 
At 12:18 da tarde, Anonymous Anónimo said...

nao gostei porque nao aprendi nada acho que deviam nao ler

 

Enviar um comentário

<< Home